Jogos Interclasse: torcida e cooperação

Vôlei, futsal, basquete e handball. Durante quatro dias estas foram as modalidades de mais um Jogos Interclasse. Com times femininos e masculinos, os alunos do 6º ao 9º ano tiveram os dias 06, 10, 09 e 11 para momentos de prática esportiva e aplicação dos conhecimentos adquiridos nas aulas de Educação Física do professor Luciano Nunes.

Com duas turmas de 7º ano e uma diferença entre a quantidade de alunos entre uma sala e outra, os Jogos Interclasse desse ano tiveram como principal elemento a cooperação. “Na minha sala só tem quatro meninas, então não tínhamos time completo para jogar nenhum dos esportes. Então as meninas das outras turmas jogaram defendendo o nosso time e elas ajudaram bem e foram muito simpáticas com a gente. Acho que por isso ganhamos os jogos. E o legal do Interclasse no Saci é isso. Independente do resultado, é sempre divertido, não há tanta competição. E antes eu nem conhecia as meninas do 6º ano, mas agora já conversamos, ficamos amigas”, afirma a aluna do 9º ano, Mel Lomar.

Com um dia para cada modalidade, os jogos entre as turmas mais velhas ou de futsal foram os que mais chamaram a atenção. Porém, o aluno do 6º ano Pedro Miranda, fez outros destaques. “É sempre bom ver todos os times e gostei porque a equipe masculina do 8º ano ganhou vários jogos contra o 9º. Isso mostra que nem sempre é o mais velho que ganha, que todo mundo tem essa possibilidade. Foi a primeira vez que participei do Interclasse e a gente perdeu os jogos, mas eu não fiquei chateado, porque eu sei que todo mundo se esforçou e que no final das contas foi muito divertido”, afirma.

Outro destaque dos Jogos Interclasse foi a torcida de quem estava na arquibancada. Os alunos preparam camisas, bandeiras e cartazes. “Minha turma estava muito animada, fizemos cartazes, camisas e levamos pompons e acho que essa animação ajuda muito, porque nos deixa motivados. Se eu olhasse para a arquibancada e visse que o pessoal está mais calado, não sei se seria muito legal. Mas quando eu vejo a minha turma torcendo por mim, acho que jogo até melhor”, afirma a aluna do 7º ano Alpha, Liz Repetto. A empolgação foi tanta que até quem ainda não faz parte da disputa ficou com vontade de jogar. Foi o caso do aluno da Agrupada III, Amilar Neto. Ele foi com sua turma assistir aos jogos e ficou encantado com a competição. “Fui ver os jogos bem no dia do meu esporte preferido, o futebol. E eu amei! Quando eu crescer mais um pouco quero muito participar, porque eu vi que é divertido e eu adoro isso. Acho que quando eu participar vou me sentir como um jogador de futebol de verdade”, afirma o aluno.