Astronautas rumo ao universo

Quando o assunto é o projeto da turma Kinder I, a aluna Hayfa Braz tem o conhecimento na ponta da língua. “Newton aprendeu que a gravidade puxa as coisas para o centro da Terra depois que uma maçã caiu na cabeça dele”, afirma. Mas, embora isso tenha acontecido em 1666, tal descoberta científica atingiu a cabeça dos alunos. Tanto que a turma das professoras Ellen Barcellos e Fernanda Pacífico criou o projeto “Investigando a Terra e o Espaço” para estudar as curiosidades do universo.

Tudo começou no As pesquisas do projeto vão desde investigações sobre noite e dia até o estudo sobre elementos maiores do espaço. “Eles estudaram sobre planetas, cometas e estrelas comigo e com a ‘teacher’ Ellen e fizemos alguns experimentos para entender o conceito de gravidade e força. Também vimos a história de Newton e como ele descobriu porque as coisas caem. Estudamos sobre foguetes, astronautas e astrônomos, aprendemos a desenhar um astronauta e apenas um dos alunos disse que preferia ser astrônomo. Vimos vídeos de astronautas da NASA flutuando na estação espacial (onde surgiu o interesse de entender a gravidade) e o lançamento de foguetes”, comenta Fernanda. O aluno a que a professora se refere é Pedro Martins. Interessado por astronomia, o aluno vê nas duas profissões grandes oportunidades. “Eu e a ‘teacher’ Fernanda queríamos ser astrônomos, porque usa telescópio e escreve livros. Mas eu também gostaria de ser astronauta, porque aí eu veria tudo de perto”, opina o aluno. Já a aluna Melissa Amado tem interesse pela profissão de astronauta. “Se eu fosse astronauta iria flutuar no espaço e visitar Saturno, pra ver os anéis que ele tem”, comenta.