Há 54 anos, um jeito diferente de aprender!

“Eu amo o Saci!”. “É a melhor escola do universo!”. “Sou muito feliz aqui!”. Foi com essas declarações, vindas de vários alunos, que a Escola Internacional Saci celebrou os 54 anos desde sua fundação. Organizada pela diretora Luciana Ribeiro Barros, professores, alunos e demais funcionários contaram a linha da vida da escola, que recebeu visita de pessoas que fizeram parte dessa história.

As turmas se organizaram na quadra da escola junto à equipe escolar e com convidadas especiais, como uma das fundadoras, Berenice Machado, a primeira professora e diretora, Marisa Dutra de Moraes, e as antigas professoras Sônia Lobato e Marta Videira. Enquanto os alunos seguravam o globo, dando voltas em torno da linha da vida – 54 voltas em torno de um tapete com meses e estações do ano representando os anos de vida da escola -, crianças e adolescentes faziam a leitura de uma história que começou em 1965 e que passou por muitas transformações até os dias de hoje. “O importante é que mantemos a essência, oferecer uma educação de qualidade com base em princípios humanos e com foco na inovação pedagógica”, afirma Luciana. “É muito bacana e interessante ver como a escola cresceu, os ambientes estão até diferentes. Mas, também foi muito bom reencontrar antigas companheiras de trabalho e ex-alunos, que hoje trabalham aqui. É sempre um prazer visitar o Saci”, comenta Marta. Os alunos apreciaram a celebração e o momento em que ajudaram a contar a história da escola. “O Saci já tem 54 anos e eu já estudo aqui há muito tempo. Eu sei que são muitas crianças, mas pela primeira vez eu fui escolhida para participar da linha da vida e segurar o globo. Já participei de outros aniversários da escola, mas gostei de ouvir aquelas senhoras que fazem parte da história do Saci, então, para mim, de todos os aniversários, esse foi o melhor!”, afirma a aluna da Agrupada III, Sarah Ferreira. O aluno Miguel Marques, aluno novato do 5º ano, escolheu participar da atividade em resposta a como tem se sentido na nova escola. “Nunca tinha participado de um aniversário assim, da escola, mas eu quis participar segurando o globo porque estou gostando muito de estudar no Saci e dos meus novos amigos”, conclui Miguel.