Eu quero me alimentar bem!

Por trás de uma alimentação saudável há o trabalho de muitos profissionais. Um deles é o nutricionista. Para conhecer esta profissão, a turma Kinder Afternoon contou com visitas especiais, em contribuição ao projeto “O que você quer ser quando crescer?”.

As primeiras profissões estudadas foram chefe e nutricionista. Por isso, a professora Raphaela Haberbosh convidou a nutricionista escolar, Natara Maggione, para conversar com os alunos. “Relacionando a alimentação a um semáforo, conversamos sobre a importância de uma alimentação saudável. Na parte vermelha ficam os alimentos que não podem ser consumidos todos os dias, como os doces. Na amarela, os que podem ser consumidos às vezes, mas que precisam de um cuidado, como as massas. E na verde os que estão liberados para consumo diário, como verduras e frutas. Acredito que eles tenham aprendido muito, inclusive sobre a minha profissão. Antes eles até fizeram um pouco de confusão, achando que eu cozinhava. Mas mostrei a diferença entre a minha função e a do Cleverson. Eu elaboro o cardápio, buscando o equilíbrio de nutrientes. Já ele é responsável pelo preparo dos alimentos. Mas somos uma equipe. Um precisa do outro”, explica a nutricionista. Outra profissional da mesma área que visitou a turma foi Marina Pereira, mãe da aluna Maria Luísa. “Ela e as alunas trouxeram uma apresentação de fantoches sobre o trabalho de um nutricionista e foi super legal”, afirma Raphaela. Quem concorda com a professora é a própria Maria Luísa. “A mamãe e as amigas dela trouxeram um teatro com as frutinhas. Eu como banana e ‘apple’, mas nem todos os meus amigos sabem que podemos comer frutinhas todos os dias. E eu gostei muito que a mamãe veio, ela fez um teatro legal”, comenta Maria Luísa.